terça-feira, 12 de abril de 2011

Eternidade








Só tu não ouviste
O que o meu coração sussurava
Não sei porque "fugiste"
Se em mim a tua alma habitava
Não tenhas medo de amar
De te entregares
A força dos teus sonhos
Os teus medos escondidos
Os teus pensamentos
Ama-me incondicionalmente
Como se fosse a última vez
Porque somos fogo, terra e mar
Viveremos na eternidade
Sempre ligados um ao outro...


Sem comentários:

Enviar um comentário